210

Jornalismo escolar: a construção de um jornal ou blog da escola turma t1-23/24

Apresentação

Criar experiências de jornalismo escolar é uma forma para as Escolas promoverem uma formação integral dos seus alunos, oferecendo novas formas e oportunidades para ampliarem os seus conhecimentos e competências, dentro e fora da sala de aula. O envolvimento dos alunos na construção de um jornal ou blog escolar, não só é uma forma de treinar e melhorar as suas competências de escrita, leitura e comunicação, mas também o desenvolvimento de um sentido de responsabilidade, organização, disciplina e compromisso. O jornalismo escolar permite a alunos e professores colaborar num projeto comum, que vai além da normal rotina escolar, proporcionando a oportunidade de trabalhar em equipas multidisciplinares, melhorando competências sociais, de gestão do tempo e cumprimento de prazos. Para a Escola, este tipo de projeto aumenta a interação entre os membros da sua comunidade, incluindo os pais e corpo não docente, e a oportunidade de criar uma maior abertura e ligação com a sociedade em geral. Atualmente, o tradicional jornal escolar em papel, começa a dar lugar a novas formas de jornalismo escolar, incluindo jornais digitais e blogs, o que exige aos professores que coordenam este tipo de projeto, novos conhecimentos e habilidades, incluindo competências digitais. Esta formação visa apoiar os professores na renovação de competências para a criação, gestão e desenvolvimento de projetos de jornalismo escolar, como jornais e blogs, seja em formato tradicional, seja em formato digital.

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Objetivos

1. Compreender a importância da dinamização de um projeto de jornalismo escolar para os alunos e para a comunidade escolar. 2. Planear um projeto de jornalismo escolar, tendo em conta as suas caraterísticas, intervenientes e meios disponíveis. 3. Envolver diferentes atores escolares na criação, produção e gestão de um projeto de jornalismo escolar. 4. Aplicar diferentes técnicas e estratégias de escrita adequadas ao projeto de jornalismo escolar em que estão a trabalhar. 5. Saber divulgar e distribuir os conteúdos e produtos jornalísticos criados, tendo em conta o público-alvo a que se destinam e os meios disponíveis para o efeito.

Conteúdos

Módulo 1 Os fundamentos do Jornalismo Escolar (2h síncronas + 2h assíncronas_Total: 4h) A comunicação e o jornalismo | Tipos e formas de jornalismo escolar | As figuras do jornalismo escolar | A importância do jornalismo escolar para a Escola e a sua Comunidade | O jornal/blog como ferramenta didática Módulo 2 A construção e gestão de um projeto de jornalismo Escolar (2h síncronas + 4h assíncronas_Total: 6h) O planeamento de um projeto de jornalismo escolar | Estrutura: semelhanças e diferenças entre jornais e blogs | A criação e gestão da equipa multidisciplinar: alunos, professores e outros intervenientes | Jornalismo escolar: como promover o envolvimento da comunidade escolar Módulo 3 Estratégias e técnicas básicas de escrita para jornais e blogs (2h síncronas + 4h assíncronas_Total: 6h) A criação de um processo de escrita | A arte de entrevistar | Técnicas básicas de escrita online | Técnicas básicas de escrita jornalística | Técnicas básicas de Storytelling Módulo 4 A divulgação e distribuição do jornal/blog escolar (5h síncronas + 4h assíncronas_Total: 9h) Formas de disponibilização e distribuição de conteúdos e produtos jornalísticos | Ferramentas básicas de divulgação: comunicação clássica e digital | As linhas gerais do plano de divulgação e de distribuição de um jornal/blog escolar

Metodologias

6. METODOLOGIAS DE REALIZAÇÃO DA AÇÃO (Discriminando a tipologia das sessões: Teóricas, Teórico/Práticas, Práticas, de Seminário/Projeto/Estágio, ) O curso tem carácter teórico-prático, desenvolvendo-se em ambiente e-Learning. Plataformas a utilizar ao longo da formação: Moodle (sessões assíncronas); Zoom (sessões síncronas). Em geral, ao longo das sessões do curso, serão usados os métodos expositivo, interrogativo e demonstrativo. SESSÕES ASSÍNCRONAS Ferramentas didáticas a utilizar: Recursos multimédia; Manuais digitais; Exercícios escritos; Fóruns; Formulários; Email. Tutoria da formadora: Intervenções nos fóruns; Resposta a mensagens com dúvidas e outras solicitações sobre o curso. SESSÕES SÍNCRONAS Metodologia: Dinâmicas de grupo; Debates; Flipped classroom; Apresentação de ferramentas e técnicas de escrita e jornalismo.

Avaliação

- Instrumentos de avaliação dos formandos e respetiva ponderação: 20% saber-estar (netiqueta, participação/contributos, dinâmica de participação, pertinência e qualidade das intervenções realizadas nas sessões síncronas e assíncronas). 50% realização das tarefas/atividades propostas e aplicação de conteúdos (conceção, desenvolvimento e avaliação de recursos educativos, qualidade dos materiais produzidos e evidências do trabalho desenvolvido ao longo do curso, iniciativa e espírito crítico). 30% reflexão crítica final (aquisição e aplicação dos conhecimentos adquiridos, demonstrados na elaboração de uma reflexão crítica escrita individual). - De acordo com o Art 46º do ECD em vigor e as orientações das Cartas Circular CCPFC-3/2007 e CCPFC-1/2008, os formandos serão avaliados com a menção qualitativa de: - 1 a 4,9 valores - Insuficiente - 5 a 6,4 valores - Regular - 6,5 a 7,9 valores - Bom - 8 a 8,9 valores - Muito Bom - 9 a 10 valores - Excelente

Bibliografia

Afonso, Carolina e Alvarez, Sandra (2017). Como criar, comunicar e rentabilizar um blog. Marcador. Barcarena Gonçalves, João Carlos Brandão (2007). Jornal Escolar: da periferia ao centro do processo educativo. Universidade do Minho .Instituto de Ciências Sociais. Braga.Mariano, Martim (2023). Dar a volta ao texto. Ideias de Ler. Porto.Pinto, Manuel (1995). O jornal escolar: porquê e como fazê-lo. Edições Asa. Porto.Raimundo, Orlando (2005). A entrevista no jornalismo contemporâneo. Edições Minerva. Coimbra.

Formador

Alexandra Carla Nunes Gomes

Início: 17-04-2024
Fim: 15-05-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-122971/24
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: e-learning
Duração: 25 h
Local: ZOOM