179

(IN)DISCIPLINA: GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DE APRENDIZAGEM turma T 1- 23/24

Apresentação

A violência escolar em geral, e fenómenos de indisciplina em particular, constituem temáticas atuais, detetadas amiúde nos estabelecimentos de ensino. Também em Portugal, resulta evidente que essas ocorrências afetam direta e/ou indiretamente o sucesso escolar. Concomitantemente, os comportamentos de violência/indisciplina manifestados pelos alunos, concorrem para acentuar a fadiga e o desgaste sobejamente reportados pelos professores, com repercussões evidentes na qualidade do ensino. Assim, acumular conhecimento no domínio da gestão e organização dos espaços de aprendizagem, no propósito de melhor conhecer e lidar com o fenómeno da indisciplina constituem objetivos fundamentais desta ação de formação. Esta oficina de formação tem cabimento no plano de atividades, porquanto impera a necessidade de planificação de formação técnica e especializada dos agentes educativos com vista à prevenção, sinalização e intervenção na violência escolar. De igual modo, é conhecida e cientificamente validada a relação entre disciplina e sucesso escolar.

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Objetivos

Estruturar conhecimentos permitindo a clarificação de conceitos relativos à violência escolar; - Desenvolver competências teóricas e práticas indispensáveis à gestão e organização eficientes dos espaços de aprendizagem; - Conhecer procedimentos para avaliação e caraterização dos comportamentos de indisciplina; - Implementar estratégias de promoção da disciplina e mitigação da indisciplina; - Tomar consciência das mudanças a promover para a prevenção e resolução de conflitos na prática pedagógica.

Conteúdos

Causas da indisciplina; Tarefas do ensino; Professores eficazes e estratégias eficientes; Organização, estrutura e propriedades da sala de aula; Fases da aula e estruturas de participação ; Gestão das transições e interrupções ; Questionários de estilos de gestão de sala de aula ; Modelos de Intervenção; Comunicação Escola-Família;

Metodologias

No que respeita à metodologia, a componente teórica é caraterizada por uma abordagem mais expositiva, centrada na transmissão de conteúdos de referência e estruturantes e, por outro lado, na leitura orientada de textos de natureza científica e normativa. A componente teórico/prática consiste na discussão em plenário e pequenos grupos sobre os conteúdos abordados, como também na elaboração de guiões de leitura dos documentos/materiais disponibilizados.

Avaliação

Os formandos serão avaliados utilizando a tabela de 1 a 10 valores, conforme indicado o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio, utilizando os parâmetros de avaliação estabelecidos e respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua. Escala de avaliação: Excelente - de 9 a 10 valores; Muito Bom - de 8 a 8,9 valores; Bom - de 6,5 a 7,9 valores; Regular- de 5 a 6,4 valores; Insuficiente -de 1 a 4,9 valores. Considera-se classificação positiva toda e qualquer avaliação igual ou superior a 5, implicando atribuição de créditos de formação. As avaliações inferiores a 5 implicam reprovação do formando. Nesta avaliação serão tidos em conta alguns indicadores: Participação na ação (contributos, pontualidade), realizada com base na observação direta feita pelo formador tendo como base a participação e desempenho dos formandos na realização dos trabalhos; Reflexão individual critica do percurso formativo com a indicação dos impactos no desenvolvimento profissional e organizacional

Bibliografia

Lopes, J. (2002). Problemas de Comportamento, Aprendizagem e Ensinagem. Coimbra: Ed. Quarteto.Lopes, J. (2009). Comportamento, Aprendizagem eMarzano, R. (2003). Classroom Management That Works: Research-Based Strategies for Every Teacher. Virginia USA: ASCD.Parrat-Dayan, S. (2012). Como enfrentar a indisciplina na escola. São Paulo: Ed. Contexto.Rogers, B. (2015). Classroom Behaviour - A Practical Guide to Effective Teaching, Behaviour Management and Colleague Support. London:SAGE.

Formador

Vanessa Esmeralda Rodrigues Pereira

Início: 19-02-2024
Fim: 21-03-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-114122/22
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: e-learning
Duração: 25 h
Local: Plataforma Zoom