175

PESSOAS DE PAPEL / RECORDAÇÕES DO FUTURO - presencial turma T1- 23/24

Apresentação

AS PERSONAGENS DAS HISTÓRIAS PARA A INFÂNCIA E A SUA IMPORTÂNCIA NO DESENVOLVIMENTO PESSOAL E SOCIAL DOS LEITORES Na literatura para a infância há uma poética das personagens muito particular. Entramos assim, numa atemporalidade que, rompendo normas e critérios, permite aos heróis de ontem continuarem a ser os heróis de hoje. Com a revolução literária trazida por Carroll, Edward Lear, Collodi, J.M.Barrie , Milne, Keneth Grahame e tantos outros, a pequena Alice, Peter Pan, Pinóquio, Christopher Robin, a Toupeira, o Sapo, continuam vivos. Esta ação não visa centrar-se nas aprendizagens académicas da literatura para a infância e juventude elencando títulos, sinopses, autores, tradutores, ilustradores, o que, sendo útil, seria também simplista e perigoso pois desumanizaria a própria educação, esvaziando os educadores e professores da afirmação própria da dimensão pessoal da sua profissão. Fazendo jus ao seu título "Personagens de papel /Recordações para o Futuro" pretende dinamizar a realização de um trabalho de memórias de leituras em que se sublinham as personagens que ajudaram a crescer os alunos de ontem, hoje educadores e professores, indo ao encontro das raízes que alimentam agora as suas práticas pedagógicas, mas também, procurando estabelecer pontes entre esses resistentes heróis de ontem e os heróis de hoje. Ao recolocar os professores no centro do debate e das preocupações do que é ensinar a ação faz justiça ao título do livro de Ada Abraham "o professor é uma pessoa" editado em 1984 e começo de uma viragem que ainda hoje, passados tantos anos, merece continuar a ser trabalhada.

Destinatários

Professores dos Grupos 110, 200, 210, 220

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Grupos 110, 200, 210, 220. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Grupos 110, 200, 210, 220.

Objetivos

Desafiar os professores e educadores a refletirem sobre a importância das leituras (todas e não apenas as da palavra escrita) que fizeram na infância enquanto ferramentas de trabalho para a mediação formal e informal dos livros; Compreender a importância das "pessoas de papel", ou seja, das personagens dos livros que leram na sua infância e juventude, na sua formação pessoal e social e nas suas práticas profissionais enquanto mediadores do livro e da leitura; Perceber a intuição, a emoção e a sensibilidade utilizadas nas diferentes práticas leitoras individuais; Conhecer e trabalhar com novas pessoas de papel; Aproximar, de forma inequívoca, o eu pessoal do eu profissional

Conteúdos

AS PERSONAGENS DAS HISTÓRIAS PARA A INFÂNCIA E A SUA IMPORTÂNCIA NO DESENVOLVIMENTO PESSOAL E SOCIAL DOS LEITORES Componente teórica - total: 12 componente teórico-prática 3h Sessão 1. O que é ler e como se dessacraliza a palavra escrita para, na vida das crianças, se dar espaço a outras "leituras"; /O que é um bom leitor; /O que é um bom mediador;/Porque é que um bom leitor se transforma, quase sempre, num bom mediador; / Como é que diferentes contextos biológicos e experienciais podem influenciar a formação de bons leitores e, mais tarde, bons mediadores do livro e da leitura. Sessão 2 Como é que os diferentes contextos sociais e políticos podem influenciar "escolhas" relativamente às pessoas de papel mas não determinam a sua morte tendo em conta que, muitas delas, apesar da história da destruição dos livros, ainda continuam vivas no presente; /Porque se mantém a ideia de uma infância quando existem tantas; / O que une e separa as infâncias de ontem e de hoje com as suas pessoas de papel; /O que une e separa as infâncias de países desenvolvidos das de países subdesenvolvidos com as suas pessoas de papel;/O que une e separa as infâncias de todos os tempos e todos os lugares. Sessão 3 Pessoas de papel: Os contos de tradição oral e as "pessoas de papel" Perrault e o irmão Grimm (os animais nos contos de tradição oral; / Peter Pan, Pinóquio, Robin, Pooh, a Fada Azul, Alice, a Toupeira, o Sapo- as pessoas de papel com as suas singularidades e encantos. Sessão 4 Apresentação individual levada a cabo pelos formandos de diferentes "pessoas de papel" determinantes na sua vida pessoal, social e profissionais resultantes das leituras que realizaram na infância mas também das leituras realizadas hoje, enquanto professores e educadores. Sessão 5 Realização de um pequeno livro intitulado "Os meus e os teus heróis" em que constará: Título da Obra, Sinopse, Nome do autor e curta biografia / história curta das memórias leitoras daquele livro e das suas pessoas de papel.

Metodologias

A tão aspirada personalização do ensino/ aprendizagem do ponto de vista dos alunos só é possível se os próprios educadores e professores não separarem o seu "eu" pessoal do seu "eu" profissional. Sendo a metodologia desta ação uma metodologia ativa feita através de uma viagem pela história da literatura para a infância e das suas pessoas de papel mas também viagem pessoal e interpessoal pelas memórias leitoras dos formandos e pelas pessoas de papel que foram determinantes para o seu próprio crescimento enquanto pessoas pretende-se consciencializar para a importância de cada um entrecruzar a sua vertente pessoal e interpessoal de leituras havidas na infância e respetivas pessoas de papel que as habitaram, tentando ir ao encontro e promovendo a reflexão sobre as raízes que alimentam ainda hoje as práticas pedagógicas dos formandos. Sessões teóricas: 4 Sessão teórico prática: 1

Avaliação

- Participação nas sessões e realização de atividades (30%) - Relatório final de reflexão crítica (70%) - De acordo com o Art 46º do ECD em vigor e as orientações das Cartas Circular CCPFC-3/2007 e CCPFC-1/2008, os formandos serão avaliados com a menção qualitativa de: - 1 a 4,9 valores - Insuficiente - 5 a 6,4 valores - Regular - 6,5 a 7,9 valores - Bom - 8 a 8,9 valores - Muito Bom - 9 a 10 valores - Excelente

Bibliografia

ESCARPIT, Denise, La littérature de jeunesse, itinéraries d'hier à aujourd’hui, Éditions MAGNARD, 2007.MONTADON, Alain; Du récit merveilleux ou l'ailleurs de l'enfance; MAGO, 2000PRINCE, Nathalie; La Littérature de Jaeunesse; Collection ULettres, Éditions Armand Colin, 2008TURIN, Joelle; Ces livres qui font grandir les enfants, collection passeurs d’histoires; Didier Jeunesse, 2001.WULLSCHLAGER, Jackie; Enfances Revées; Editions Autrement, 1997.

Formador

Ana Maria da Silva Meireles Serafim

Início: 15-04-2024
Fim: 13-05-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-113676/22
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 15 h
Local: Fábrica das Histórias, Torres Vedras